Sobrepartilha: é possível pedir nova divisão quando se descobre a existência de bens depois da separaçãoT

Loteamento: cobrança de taxa de manutenção prevista no contrato não é ilegal
janeiro 6, 2016
Usucapião: Tempo para ter direito a imóvel começa a contar a partir da primeira posse
janeiro 7, 2016

Sobrepartilha: é possível pedir nova divisão quando se descobre a existência de bens depois da separaçãoT

A Terceira Turma do Superior Tribunal de Justiça (STJ) manteve decisão que garantiu a uma mulher a sobrepartilha de ativos financeiros, ocultados pelo ex-marido à época do divórcio. O colegiado entendeu que não poderia mudar a decisão da Justiça mineira, pois ficou comprovado que a mulher não tinha conhecimento das finanças do casal e que os investimentos feitos pelo ex-marido não foram divididos entre os dois quando eles se separaram. “Não intenciona a autora a rescisão ou anulação da partilha já homologada desde 2003, mas integrar ao patrimônio do casal, para posterior divisão, o que deixou de ser arrolado à época do acordo de separação”, afirmou o relator do recurso, ministro Villas Bôas Cueva.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *